Nota de repúdio à ação violenta da PM-AM contra a militante Taly Nayandra do PCB

O Polo Comunista Luiz Carlos Prestes (PCLCP) repudia a ação repressiva violenta e injustificável contra a a militante do PCB Taly Nayandra, ocorrida na noite de sábado (25/02) na cidade de Manaus-AM.
A militante é uma figura pública, foi candidata à vice-prefeita nas últimas eleições em chapa composta por PSOL e PCB, e foi expressamente "xingada" de comunista pelos policiais que a espancaram, o que deixa evidente o conteúdo ideológico da ação. É notório que as perseguições e a violência injustificada contra militantes de esquerda tem se intensificado muito no último período, numa onda crescente de ódio que se fortalece tanto no âmbito do Estado quanto na sociedade em geral. Não temos dúvida de que isso compõe o quadro de triunfo da reação de extrema direita impulsionado pelo processo golpista atravessado pelo país.
Nos somamos na luta contra a repressão e nos solidarizamos com a militante e seu partido.

 

Link da nota do PCB: https://pcb.org.br/portal2/13670

Crise no Rio de Janeiro

Texto de análise do PCLCP-RJ

1- Em junho de 2016, através do decreto de calamidade pública, o governador em exercício Francisco Dornelles (PP) justificou a “grave crise econômica” (palavras do Governador), a "queda da arrecadação do ICMS, dos royalties do petróleo", "severas dificuldades na prestação de serviços essenciais" e a possibilidade de um "total colapso na segurança pública, na saúde, na educação, na mobilidade e na gestão ambiental".

Leia mais...

Abaixo-assinado pelo fim da violência no Complexo do Alemão

Nós mulheres faveladas sabemos que somos nós, que mais carregamos todas as dores e angústias quando a favela sofre e sangra em mais uma grande operação policial. Operação essa que nunca respeitou o direito de liberdade das moradoras e moradores do Complexo do Alemão e muito menos as vidas que aqui (sobre)vivem. Sabemos também que os nossos maridos, irmãos, filhos e amigos são os mais criminalizados na favela. Sabemos que o fato de serem homens, favelados e em sua grande maioria pretos, é o que os sentenciam como marginais.

Leia mais...

Resolução da Intersindical-CCT: Em defesa dos direitos e da Previdência Pública. Construir a Greve Geral!

Unidade ampla e construir a greve geral para barrar a destruição da previdência pública e demais direitos.

Leia mais...

PEC 287: O ADEUS À PREVIDÊNCIA

Por Edileuza Fortuna e Amauri Soares

No dia 5 de dezembro último, o governo Temer protocolou junto a Câmara dos Deputados mais uma Proposta de Emenda à Constituição, agora tratando da previdência. A PEC 287/2016 anula princípios constitucionais elementares, estabelecidos em 1988, através de uma Assembleia Nacional Constituinte. Em si, é um atentado à soberania popular que a Constituição possa ser tão profundamente alterada sem que a sociedade seja ouvida sobre o assunto. Sem referendum e sem plebiscito, sem sequer debater a questão em um processo eleitoral, o governo mais ilegítimo das últimas décadas está realizando um profundo ataque ao direito essencial de aposentadoria, através de um Congresso majoritariamente corrupto.

Leia mais...

.

.

.

Multimídia

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.
Watching: Convocatória II SENUP
Playlist: 0 | 1 | 2